Dançar pode ajudar a diminuir estresse e ansiedade

A dança tem um caráter terapêutico pois, além de ser uma atividade física, que queima calorias, trabalha músculos e articulações, também promove um bem estar geral.

Ao dançar o sujeito mobiliza vários aspectos cognitivos e afetivos. Passa a ter uma relação mais estreita com seu corpo, pois vai adquirindo maior consciência corporal. E, como o corpo é o instrumento da própria existência, ter consciência de suas possibilidades facilita a comunicação com o mundo.

Quando dança livremente a pessoa tem a oportunidade de expressar emoções através de seus movimentos, algo que nem sempre é possível fazer através de palavras. Assim consegue se libertar de tensões, descarregar negatividades e transmitir sua essência de forma livre e natural, sem bloqueios.

Por isso, os especialistas tem indicado a dança como uma atividade para aliviar estresse, desenvolver timidez, diminuir a ansiedade, e elevar a autoestima, por exemplo.

Na área da psicopedagogia, a dança tem sido grande aliada para superação das dificuldades de aprendizagem, pois possibilita que a criança desenvolva capacidades necessárias para o aprendizado de forma mais divertida.

A dança aciona diversas habilidades cognitivas como a memória, concentração, atenção, ritmo, a lateralidade, noção espacial, a habilidade de socialização.

Para dançar é preciso pensar, calcular o tempo e alcance de cada movimento, prestar atenção no espaço disponível e nas outras pessoas ao redor. É preciso ter consciência dos limites do próprio corpo, usar a capacidade criativa para compor novos movimentos,

Dançar é também uma forma lúdica e divertida de desenvolver a inteligência.

Já mulheres encontram na dança árabe, ou dança do ventre, uma excelente atividade para elevar a autoestima, pois essa modalidade de dança trabalha movimentos que revelam a beleza feminina de forma natural.

Como a dança é uma atividade social, favorece também o surgimento de novas amizades e, como o clima onde se dança é sempre alto astral, faz com que as pessoas sintam-se mais felizes.

Pessoas da melhor idade também devem frequentar aulas de dança, pois a dança promove uma estimulação cognitiva e isso ajuda a manter a saúde mental dessa faixa etária.

Dançar, independente da modalidade, é um ótimo exercício para o corpo, mente e espírito!

Cristiane Ferreira

Fonte: https://www.bonde.com.br/saude/corpo-e-mente/dancar-pode-aliviar-estresse-e-ansiedade-269222.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *